fbpx

WIN e IFPI Anunciam Sistema de Gestão de Dados Mundial Unificado

WIN e IFPI  anunciam hoje projeto de criação de um sistema de gestão de dados centralizado para a música, o ‘Repertoire Data Exchange’ (RDx). O RDx vai permitir que gravadoras, selos e entidades de gestão coletiva (MLCs) possam submeter e acessar dados sobre fonogramas a partir de uma única fonte certificada.

As gravadoras têm historicamente utilizado uma variedade de processos e padrões para fornecer dados para as entidades de gestão coletiva em todo o mundo, o que torna o processo moroso e pouco eficiente. Com o RDx, entidades de gestão coletiva de todos os tamanhos e de qualquer país poderão acessar dados a partir de uma única fonte certificada. Será utilizado o padrão DDEX MLC. A medida vai trazer melhorias na confiabilidade e na eficiência da gestão dos dados.

A partir de um rigoroso processo seletivo, a IFPI e a WIN selecionaram a britânica PPL para administrar o RDx.

Frances Moore, CEO da IFPI:

“As gravadoras continuam a investindo e melhorando a precisão e a gestão dos dados, em diversas áreas da indústria. RDx é um exemplo típico de uma iniciativa que vai beneficiar a todos os envolvidos. Vai melhorar o desempenho e diminuir os custos para os titulares, ao mesmo tempo em que vai permitir que as entidades de gestão coletiva acessem dados certificados de repertório a partir de uma fonte única – proporcionando pagamentos mais rápidos e mais precisos. Estamos muito agradecidos às entidades de gestão coletiva e às gravadoras parceiras que vêm trabalhando em estreita colaboração conosco. Estamos ansiosos para trazer mais entidades de gestão coletiva e mais titulares, conforme o serviço comece a funcionar.”

Charlie Phillips, COO da WIN:

“Direitos de execução pública são cada vez mais importantes para as gravadoras independentes.  Com a música se tornando global, o repertório dos independentes vem se tornando cada vez mais importante fora de seu território de origem.  Historicamente, a gestão internacional de dados mostra-se complicada para os produtores independentes. Por esta razão a WIN está apoiando o desenvolvimento do RDx desde a sua concepção inicial, iniciada há muitos anos atrás.  Estamos muito satisfeitos com o trabalho conjunto que a indústria desenvolveu para criar um serviço que beneficia a todos.  Aguardamos com otimismo as próximas etapas desta colaboração com a IFPI, que promete muitos benefícios conforme o RDx vai ganhando escala.”

Peter Leathem, CEO da PPL (TBC):

“Temos investido muito em tecnologia e processamento de dados ultimamente, o que nos proporcionou liderar o desenvolvimento do RDx, de modo complementar às nossas operações normais. Estamos bem posicionados para ajudar a IFPI e a WIN a enfrentar os desafios de Big Data, a partir de nosso experiência com DDEX, nosso relacionamento com os titulares ao redor do mundo e nosso expertise gerenciando gigantescos volumes de dados fonográficos a cada semana. Este é um passo importante para a gestão de dados em nível global e estamos orgulhosos de fazer parte desta solução inovadora de iniciativa da IFPI e da WIN.”

RDx é o resultado da colaboração de um amplo grupo de entidades da indústria, liderados pela IFPI e pela WIN. O desenvolvimento do RDx recebe o apoio técnico do seguinte grupo: Beggars Group, PIAS, Sony Music Entertainment, Universal Music Group, Warner Music Group e Consolidated Independent/State51, PPL, Re:Sound, SENA e Gramex Finland. O início das operações está previsto para 2020.

IFPI é a organização que promove os interesses da indústria internacional da música.  Possui cerca de 1300 membros, espalhados por quase 60 países. A missão da IFPI é valorizar a música gravada, advogar em favor dos produtores musicais e expandir o uso comercial da música em todos os mercados onde seus membros operam.

A missão da WIN é apoiar as associações de produtores musicais independentes. Fundada em 2006 em resposta aos desafios de acesso ao mercado global por parte dos independentes, a WIN tem entre seus membros estão as associações mais ativas dos principais mercados de música do mundo: ABMI (Brasil), A2IM (Estados Unidos), AIR (Australia), CIMA (Canada), IMCJ (Japão), IMICHILE (Chile), IMNZ (Nova Zelandia), LIAK (Coreia do Sul) e IMPALA (Europa).

Associados da ABMI são indicados ao Grammy Latino

Ontem, dia 24/09/2019, foram anunciados os indicados para o Grammy Latino. Dentre os concorrentes estão álbuns lançados por nossos associados Biscoito FinoTratoreYB Music Atração Fonográfica. Nas categorias dedicadas à música brasileira, os associados da ABMI obtiveram 9 das 21 indicações. A ABMI parabeniza a todos pelas indicações e deseja boa sorte na premiação, que acontece no dia 14 de novembro de 2019.

Relação completa dos indicados: https://www.latingrammy.com/pt/nominees

Quarta etapa do GiRo Digital aconteceu em Santa Rita do Sapucaí-MG

Da esquerda para a direita: Maurício Bussab, Elisa Eisenlohr, Marina Mattoso, Carlos Mills, Marcelo Cabanas e Leo Morel.

No dia 5 de setembro o GiRo Digital, que já passou por São Paulo, Curitiba e Brasília, fez sua primeira edição fora de capitais. Foi em Santa Rita do Sapucaí-MG, conhecida como o Vale do Silício Brasileiro, no dia da abertura da Hack Town.

Ocupando uma sala do agradável SIS Coworking, o GiRo Digital contou com palestras com Carlos Mills (presidente da ABMI), Marina Mattoso (Jangada), Leo Morel (iMusics), Maurício Bussab (Tratore) e Elisa Eisenlohr (UBC). Durante o evento, o mercado digital da música foi bastante discutido e analisado, sempre numa constante troca entre os palestrantes e o público presente.

Alguns do palestrantes do GiRo Digital também participaram da Hack Town. Leo Morel apresentou a palestra “O que o mercado da música não te conta?”; Carlos Mills falou sobre “Plataformas Digitais e o Mercado da Música: Disrupção e Reconstrução” e Elisa Eisenlohr com “Como potencializar os rendimentos da sua música com direitos autorais”.

As próximas etapas do GiRo Digital serão em Porto Alegre, Recife e Rio de Janeiro. Em breve as inscrições estarão abertas em https://abmi.com.br/giro-digital-abmi/

Apple Music for Artists é lançado oficialmente

Lançado no ano passado em versão beta, a Apple disponibilizou há poucos dias o Apple Music for Artists em versão oficial. Ainda não disponível em português, a ferramento pode ser acessada pelo computador (https://artists.apple.com) ou pelos aplicativos para Android e iOS.

Pelo serviço é possível ter acesso a estatísticas sobre músicas e vídeos, tais como reproduções, faixas de público, dados geográficos, inclusão em playlists etc.

Também é possível modificar a imagem principal do artista pelo painel de controle. Este recurso ainda apresenta alguns problemas para corte e redimensionamento da imagem através do aplicativo. O ideal é editar a foto num editor de imagens e já enviar no formato correto.

Com o Apple Music for Artists, a Apple se junta ao Spotify, que já mantém há algum tempo o Spotify for Artists. A Deezer também promete lançar a sua plataforma de gerenciamento de artistas.

Sucesso na estreia do GiRo Digital ABMI em SP e próximos workshops em Curitiba e Brasília

A sexta-feira (31/05) foi de capacitação para os participantes do primeiro GiRo Digital ABMI 2019! O encontro não poderia ser em um lugar mais simbólico: para além da troca tête-à-tête com grandes especialistas do mercado, usufruímos da atmosfera inspiradora do Centro Nacional de Referência em Empreendedorismo, Tecnologia e Economia Criativa do Sebrae SP.
Obrigado, Marina Mattoso Sodré (Jangada Comunicação), Elisa Eisenlohr (UBC – União Brasileira de Compositores), Leo Morel (iMusics), Mauricio Bussab e David Dines (Tratore), Gabriel Lupi (Deezer), Carlos Mills e Wilson Souto Junior (ABMI)!

PRÓXIMAS PARADAS: Curitiba e Brasília!

Mais informações: http://bit.ly/girodigitalabmi
Uma realização da Associação Brasileira da Música Independente, patrocinada pela Merlin, em parceria com UBC – União Brasileira de Compositores, WIN For Music e Sebrae.

Elisa Eisenlohr (UBC – União Brasileira de Compositores)

Leo Morel (iMusics)

Marina Mattoso (Jangada)

Wilson Souto (Vice Presidente ABMI) e Carlos Mills (Presidente ABMI)

 

ABMI e UBEM Celebram Novo Convênio e Ampliam Colaboração

Foi assinado no último dia 24 de maio pelas diretorias da ABMI e da UBEM a renovação do convênio entre gravadoras independentes e editoras. O novo texto traz novidades, entre elas o incentivo à produção de discos de vinil.
Outros pontos interessantes são: videoclipes promocionais sem ônus de sincronização para o produtor associado e simplificação da autorização para sincronização em obras audiovisuais e de publicidade. No caso de sincronizações para terceiros, basta a gravadora indicar ao cliente a editora responsável pela autorização (a quem o cliente se reportará) e comunicar à editora qual fonograma foi autorizado.
Fonogramas com obras autorizadas para distribuição em meio digital (download e streaming), deverão ser colocados exclusivamente nas plataformas conveniadas com a UBEM (veja a lista completa em: http://ubem.mus.br/convenios).

“_ABMI e UBEM reúnem mais de uma centena de empresas associadas. Estas gravadoras independentes e editoras são responsáveis por boa parte da diversidade da nossa música, portanto é muto importante, inclusive em termos econômicos, que este ecossistema funcione em harmonia. A partir de uma relação saudável, firme e transparente, potencializamos a nossa música no Brasil e no exterior.” Carlos Mills – Presidente ABMI

“_A parceria estabelecida com a ABMI representa para os editores a certeza de um mercado bem regulado e uma demonstração de incentivo à produção independente, que hoje responde por parcela significativa e criativa do mercado da música.” João Gonçalves – Presidente UBEM

João Gonçalves (Presidente da UBEM), ‎Michaela Portela Couto (Diretora Executiva da UBEM) e Carlos Mills (Presidente da ABMI)

Reencontro dos pioneiros da ABMI

No dia 29/Abril  integrantes da primeira diretoria da ABMI (2002-2004) se reencontraram para a homenagem prestada por seu pioneirismo no estabelecimento da associação. Estiveram presentes os homenageados Pena Schmidt, José Carlos Costa Netto, Claudio Silberberg, Eduardo Muszkat, João Guilherme Valdetaro e Benjamin Taubkin, que receberam do Carlos Mills (atual presidente) e do Wilson Souto Jr. (atual vice-presidente) diplomas de Associados Honorários em agradecimento!

Os diplomas de Associados Honorários serão enviados a todos os que fizeram parte da primeira diretoria da ABMI (2002-2004):

  • Benjamin Taubkin (Vice-Presidente)
  • Carlos de Andrade
  • Claudio Silberberg
  • Eduardo Muszkat
  • Felipe Llerena
  • Guilardo Veloso
  • João Guilherme Valdetaro
  • José Carlos Costa Netto
  • Mário de Aratanha
  • Olivia Hime
  • Paulo Amorim
  • Pena Schmidt – Presidente
  • Roberto Carvalho
  • Thomas Roth

A ABMI dá as boas vindas a seus mais novo associados e afiliado, respectivamente: “Spin Music”, “Cada Instante” e “Fluve”!

“Estarmos filiados à ABMI é de grande importância para nos mantermos atualizados do que acontece no panorama mundial da indústria fonográfica independente bem como para participarmos dos eventos e parcerias oferecidas.”

 

Cris Falcão comenta sobre o ingresso da “Cada Instante”na associação:

“O propósito da Cada Instante é  atuar no mercado independente conectando pessoas, criando possibilidades e lugares para dar ao artista independente maior visibilidade. A ABMI vem inovando nos últimos anos, trazendo parcerias e projetos que nos ajudam a atingir esse propósito. Feliz em fazer parte desse time”

Boas vindas à Fluve que ingressa como afiliado da ABMI:

ABMI homenageia os membros de sua primeira diretoria na assembleia do dia 29 de Abril

A ABMI convida seus associados para a homenagem que fará aos membros de sua primeira diretoria, biênio 2002-2004, em reconhecimento ao seu pioneirismo e às suas importantes colaborações para o fortalecimento da produção fonográfica independente no Brasil.

Os homenageados que receberão os diplomas como Associados Honorários são:

 

Benjamim Taubkin

Carlos de Andrade

Claudio Silberberg

Eduardo Muszkat

Felipe Llerena

Guilardo Veloso

João Guilherme Valdetaro

José Carlos Costa Netto

Mário de Aratanha

Olivia Hime

Paulo Amorim

Pena Schmidt

Roberto Carvalho

Thomas Roth

 

A homenagem será no dia 29 de Abril

Local: Sede da ABMI – Av. Ver. José Diniz, 3720 – Campo Belo, São Paulo

Horário: 17:30h